Roteiro desvenda magia do Castelo Eldorado e abre portas para a natureza na Estância Cachoeira

No circuito das águas, turistas conhecem castelo histórico e cachoeira exuberante, além de saborear irresistível costela no fogo de chão

 

POST.png

 

Muita gente desconhece, mas no norte do Paraná, bem pertinho de Londrina, existe um castelo… É o Castelo Eldorado, relíquia arquitetônica, sediada em Marilândia do Sul, com o fascínio de unir história, lendas e pura arte!

A história remete à Segunda Guerra Mundial, época da construção da sede da Fazenda República Eldorado, que chegou a ter moeda própria – o boró, e foi considerada uma das maiores propriedades de produção de madeira do mundo. A família de descendência alemã importou matéria prima e móveis luxuosos para o Castelo, que podem ser apreciados até hoje.

Aos turistas, um deleite, completado com um café da manhã, com produtos regionais da Serra do Cadeado, e histórias curiosas sobre a presença de nazistas no local antigamente. No entorno, uma caminhada até uma cachoeira fresquinha, onde se tomava banho nos tempos da fazenda.

A parada seguinte do roteiro é Tamarana, onde se localiza a Estância Cachoeira, às margens do Rio Apucaraninha, na região montanhosa do lugar. Como não se encantar, ao som de viola e uma deliciosa costela fogo de chão estilo gaúcha, um programa que se estende por toda tarde, há menos de 40 metros da cachoeira, onde se pode tomar banho ou apenas ouvir o som irresistível dessa natureza exuberante.

Serviço: ROTA SONHO LINDO

CIRCUITO DAS ÁGUAS

ROTEIRO CASTELO ELDORADO E ESTÂNCIA CACHOEIRA

Trilhare Turismo

(43) 3323 9740 – (43) 99109 1691

http://www.rotasonholindo.com.br

euquero@rotasonholindo.com.br

Roteiro inédito no Norte do Paraná mergulha na cultura japonesa

Turistas conhecem município de Assaí, como parte do Circuito Nipo Brasileiro, em um dia inteiro de visitações

 

SONHO-Banners112.png

A grandiosidade da cultura japonesa, em seus aspectos religiosos, tradição e gastronomia, pode ser vivenciada por turistas no Circuito Nipo Brasileiro, da Rota Sonho Lindo. O destino é o município de Assaí, no norte do Paraná, que já foi a maior colônia japonesa e a segunda maior do Brasil.

O nome do roteiro é “Fé e Culturas da Terra”, pela forte relação da cidade com as crenças dos ancestrais orientais e a diversidade cultural em todos os cantos por onde se passa. Os turistas também verificam a influência da cultura nordestina no circuito, possibilitando o contato inusitado com um sushi de carne seca, por exemplo.

O roteiro começa bem cedo, numa passagem quase obrigatória pelo “tori” japonês e a recepção pelo Grupo Keshin, com danças, oficinas, roupas típicas e um delicioso café da manhã. O primeiro templo budista construído no Brasil da década de 1940, com características originais totalmente preservadas é o destino seguinte. Na Chácara, JL, a irresistível experiência do sistema “colhe-pague”, com mais de 40 tipos de alimentos, além de artesanato e compotas. Os turistas partem, então, para a Igreja Tenrikyo, para uma apreciação inigualável da arquitetura nipônica.

O almoço acontece no Sitio Kobo, uma experiência que alia gastronomia e jogos rurais japoneses. No Recanto Vieira, a jornada é pelos campos de Lenkon, a raiz da flor de lótus, que se abre de novembro a fevereiro. O café da tarde mistura o melhor dos sabores japoneses e nordestinos.

Em um dia inteiro em que turistas contemplam e se interagem com essa cultura milenar, a lembrança da viagem é um mini tori, marca de um povo que conserva suas raízes.

Serviço: ROTA SONHO LINDO

CIRCUITO NIPO BRASILEIRO

ROTEIRO FÉ E CULTURAS DA TERRA

Trilhare Turismo

(43) 3323 9740 – (43) 99109 1691

http://www.rotasonholindo.com.br

euquero@rotasonholindo.com.br

Há 500 anos, Leonardo da Vinci!

Palestra realizada pela I Bravissimi relembra percurso do mestre na pintura

6a5444b1-de38-4011-be80-f488e89f1b26

Florença do século XV, cidade onde Leonardo da Vinci nasceu e começou a carreira. O lugar, o berço do Renascimento. O nome do italiano ilustre dispensa apresentações. O homem multifacetado, que exerceu com maestria profissões como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico, deixou obras, quase de domínio popular. Mona Lisa ou a Última Ceia que o digam.

O ícone do Renascimento europeu, um dos orgulhos da Itália, exemplo cultural para todo o planeta, completou 500 anos de morte em maio de 2019. Em comemoração, a Associação I Bravissimi se junta aos aplausos do mundo e faz a própria homenagem.

No próximo dia 01 de junho, às 16h30,  no Hotel Crystal, realiza a palestra sobre da Vinci, com Bruna Priscinotti, mestre em História da Arte pela Universidade de Florença, cidade onde também cursou Arte da Renascença na Florence University of the Arts e estagiou na prestigiada instituição museológica Galleria degli Uffizi. Atua como professora e palestrante de História da Arte e é membro da diretoria da I Bravissimi Associação Cultural Italiana de Londrina com a qual promove cursos e eventos sobre arte e cultura italiana.

Aberto a toda comunidade, “o conteúdo abordado será o percurso artístico de Leonardo com ênfase em suas pinturas. Também será analisado o contexto cultural da Florença do século XV, com objetivo de recordar a obra do mestre a partir das fontes disponíveis”, antecipa Bruna.

 

SERVIÇO: PALESTRA – 500 ANOS DE MORTE DE LEONARDO DA VINCI

DATA: 01/06/19

LOCAL: Hotel Crystal

HORÁRIO: 16H30

ENTRADA GRATUITA PARA ASSOCIADOS I BRAVISSIMI E R$ 20,00 PARA NÃO ASSOCIADOS.

Noite Italiana no Sesc Cadeião

Festival Cultural de Etnias do Sesc Paraná traz grupo folclórico italiano ao palco

84ade82d-365b-4d5f-8f2c-58238dad4f75

O Festival Cultural de Etnias, promovido pelo Sesc Paraná, tem o objetivo “de manter viva a riqueza cultural de um povo através da dança, expressão que sempre representou um importante componente cultural da humanidade.”  As apresentações artísticas de   culturas distintas fazem parte da programação, que começa no dia 31 de maio e se estende até 02 de junho, em vários pontos de Londrina.

No dia 31,  às 20 horas, no Sesc Cadeião, tem a apresentação do Gruppo Folklorico Italiano Ladri di Cuori. O grupo existe desde 1995,  formado por jovens do Círculo Italiano de Cascavel, que vem difundindo a cultura por meio da dança, e já se apresentou em cidades Paraná e outros Estados,  e em países vizinhos, como Paraguai e Argentina.

A programação tem o apoio da  I Bravissimi Associação de Cultura Italiana de Londrina que também trabalha para divulgar o idioma e a cultura da Itália, nas suas variadas facetas.

Para a apresentação do Sesc Cadeião, a entrada é franca e a retirada de ingressos será feita com uma hora de antecedência no SAC da unidade.

Vídeo sobre Londrina destaca potencialidades e a vocação para o turismo de negócios e eventos

Depois de 15 anos,  prefeitura de Londrina lança novo vídeo institucional para estimular o turismo de negócios e a atração de empresas

LONDRINA-AP.png

A cidade não-praiana não se importou com a ausência de litoral, uma vez que seu turismo foi calcado na vocação que a fez crescer desde sempre: atrair gente. Loteada e colonizada, Londrina foi vendida aos pedacinhos lá no início,  o que trouxe para  a “filha de Londres” povos de 33 etnias, que acreditaram na fertilidade e na possibilidade de prosperar  aqui. Talvez essa semente acolhedora de uma terra tão vermelha fizesse com que a moderna e plural cidade se tornasse um pólo de turismo de negócios e eventos nos dias atuais.

“O Turismo de Negócios e Eventos é o  mais representativo em Londrina, já considerada cidade dos eventos”, afirma Arnaldo Falanca, diretor executivo do Londrina Convention. A entidade associa a iniciativa privada, que busca o desenvolvimento de Londrina e Região por meio do turismo e suas ferramentas. O objetivo é captar eventos e promover o destino Norte do Paraná como potencial para o turismo de negócios e eventos, com vistas na ampliação de negócios e de visitantes.

Um objetivo já atingido. Eventos que passam pela prefeitura somam cerca de 350 por ano. E de acordo com o IDEL – Instituto de Desenvolvimento de Londrina, esse total atinge a marca de 3.500 anualmente. A infraestrutura explica. Londrina possui uma rede hoteleira com 7 mil leitos, uma ampla rede gastronômica, verdadeira referência no setor, grandes shoppings, além de se diferenciar como cidade inovadora, tecnológica, conectada, um polo universitário, excelente na área da saúde, com veia pulsante no agro e altamente receptiva. “Londrina é uma das cidades mais acolhedoras do país e tem potencial para realizar cada vez mais eventos. Temos um trabalho de conscientização para o londrinense entender que somos sim uma cidade turística”, destaca Falanca.

Ciente de que o turismo de Negócios e Eventos é um setor estratégico para a economia do município, a prefeitura de Londrina e o IDEL lançaram em março um video institucional de Londrina de quase cinco minutos destacando esse potencial. Com texto em primeira pessoa, mostrando a cidade como uma mãe, filha de outras origens e de braços abertos como diz seu hino, o vídeo ressalta números que diferenciam a jovem metrópole, e não deixa de exibir nossas “praias”: um mar de gente – mais de um milhão de habitantes na região metropolitana – e um oceano de possibilidades, em todas as áreas do conhecimento.