Feijuca 2019: a organização de evento solidário com a equipe Excelência

Equipe de Adriana Pontin foi a responsável pela identidade visual, divulgação e assessorou no planejamento do evento, com sucesso de público no Buffet Planalto

FEIJUCA-Midias-1707.png

Aliar boa gastronomia, atrações para adultos e crianças, e a razão de ser da grande festa, que se repete há nove anos em Londrina: a ação solidária para arrecadar fundos e beneficiar um projeto que faz a diferença. A Feijuca APAE 2019, teria que ser planejada meses antes, para ser realizada no dia 07 de julho, no Buffet Planalto. Como o próprio nome sugere, um almoço com Feijoada Completa, regada à música ao vivo, leilão, brinquedos para as crianças e apresentações artísticas com alunos da APAE.

Cuidar de todos os detalhes de um evento já tradicional e com credibilidade seria um desafio recompensador. E assim, a Excelência Mkt & Eventos, entrou nessa linda história, mergulhando de forma solidária no projeto em que também acredita. Utilizando toda a experiência na organização e divulgação de eventos, a equipe começou do zero e entregou – de fato – uma festa memorável.

“Readequamos a logomarca do evento, criamos o convite, artes para divulgação, a camiseta, enfim, transformamos a identidade visual da Feijuca para que o público compartilhasse do nosso sentimento solidário e adquirisse os convites”. Adriana Pontin, diretora executiva da Excelência lembra de cada detalhe da festa, que exigiria também a divulgação. “As artes para as Redes Sociais também ficaram por nossa conta, além da divulgação do evento em si, com produção de conteúdo no Blog Adriana Pontin.”

Um planejamento minucioso do evento em si também foi pensado. “Assessoramos os coordenadores da APAE na elaboração do projeto, indicando fornecedores, criando o layout com o mapa das mesas no salão, revisamos todo cerimonial , e no dia, o resultado não poderia ser outro: pessoas satisfeitas de todos os lados”, completa Adriana.

A Feijuca reuniu 900 pessoas, e contou com 18 patrocinadores e apoiadores. Na apresentação musical “Os Beto”, com muito samba de raiz, a dança encantadora das crianças da APAE, além das atrações tradicionais.  “Todos os anos, esperamos muito essa festa que nos ajuda nos projetos e na continuidade da instituição, que conta com repasses governamentais para sobreviver”, explica o diretor Edson Zanin. “Este ano, o dinheiro será aplicado na readequação do sistema de segurança, exigido pelo Corpo de Bombeiros, na iluminação e manta térmica da quadra. Além de podermos investir no mobiliário do refeitório e na substituição de todo sistema elétrico”, comemora Edson.

Um dia, muitas pizzas, ação do bem

Adriana Pontin aproveitou a data e realizou uma ação solidária com 20 crianças de um bairro carente de Londrina, que saborearam pizzas e aprenderam sobre profissões

AP JUL 002.png

Todo dia 10 de julho comemora-se o dia da pizza. Saborosa e até lúdica, bastou a data para inspirar Adriana Pontin, diretora executiva da Excelência Mkt & Eventos, a criar uma ação solidária. Foi em 2017. Um evento reunindo cerca de 20 crianças carentes de um projeto comunitário da igreja em que Adriana participa e empresas que abraçaram a causa foi a ideia inicial. “Sempre utilizei datas comemorativas para realizar ações estratégicas para empresas, por que não doar um dia especial para crianças que nunca teriam essa oportunidade?”, lembra ela.

O ponto de partida foi o bairro onde as crianças moravam, o Jardim Nossa Senhora da Paz, zona oeste de Londrina. Em um ônibus da KTS Turismo, parceira no evento, o trajeto já foi aprendizado. Dicas de como se tornar um guia turístico, e a primeira profissão com que a garotada teve contato nesse dia inesquecível.

O ponto de chegada, claro, uma Pizzaria! A Ravena abriu seu espaço não apenas para servir as deliciosas iguarias. A cozinha se transformou em sala de aula. Pequenas mãos aprenderam a fazer a massa e a montar as pizzas com recheios diversos. Pizzaiolos mirins e o contato com mais uma profissão.

Depois disso, forno! E quando tudo estava pronto, hora de aprender a ser garçom! A criançada serviu os pedaços e devorou tudo! Teve ainda sobremesa com Sorvetes Sávio e a volta no ônibus da KTS, com histórias divertidas no percurso até em casa.

E foi só o Dia da Pizza? “Foi dia de responsabilidade social, que não deixam de fazer o marketing também. Dia de empresas e pessoas que uniram esforços para fazer o bem, sem esperar nada em troca.” Embora recebessem… Vinte sorrisos largos, olhares de encanto e um dia feliz para ficar na memória!

Mês de doação sangue tem novidades em Londrina

Campanha que conscientiza para importância da doação terá reforço de novo posto de coleta no centro da cidade

SANGUE

Junho começa com o apelo que pode salvar vidas. O mês que conscientiza para a importância de doar sangue inicia, nesta segunda-feira (03), com abertura oficial da Campanha de Doação de Sangue, na antiga Clínica Odontológica da UEL (COU/UEL), e segue com uma intensa programação durante o mês todo, para estimular esse ato solidário, que salva mais de 1,5 milhão de pessoas só na região de Londrina, todos os anos.

O lançamento no espaço da COU é a grande novidade da Campanha este ano. O diretor do Hemocentro, Fausto Trigo, explica que a área foi cedida ao Hemocentro e será reformada para abrigar uma unidade de coleta de sangue, bem no centro de Londrina. “A principal dificuldade que temos hoje para ampliar a coleta é a distância do Hemocentro da população, que fica perto do Hospital Universitário, na zona leste, por isso é importante termos uma unidade na região central”, afirma.

A expectativa é que com esse ponto de coleta central o Hemocentro consiga aumentar as doações, que já vêm crescendo ano a ano. Em 2014, eram doadas 850 bolsas por mês. Em 2019, o número já saltou para cerca de 1300 mensais. Mas o médico lembra que “o Hemocentro precisa avançar para atender mais dois complexos hospitalares que atendem o SUS, que são a Santa Casa e o Hospital Evangélico de Londrina, uma necessidade que chega a 800 bolsas a mais por mês”.

As atividades em junho vão desde palestras, panfletagem, iluminação especial na cor vermelho no SESC Cadeião, atividades em igrejas, e a Exposição Gotas de Vida, organizada pela Excelência Mkt & Eventos. O lançamento será no dia 10 de junho, na loja da COPEL, da Rua Pará, 1225, no centro da cidade.

A diretora executiva da Excelência e idealizadora do Projeto Gotas de Vida, Adriana Pontin, explica que a mostra reúne fotografias e os relatos de doadores de sangue e pacientes receptores,” e também pretende sensibilizar as pessoas sobre como o ato de doar sangue com frequência pode fazer a diferença na vida de quem necessita”. A exposição será itinerante e prossegue durante todo mês de junho.

SERVIÇO: Hemocentro Regional de Londrina

DATA: 10 de junho

HORÁRIO: 10 horas

LOCAL: Rua Pará, 1225 – loja da Copel

Grupo de Mulheres Corretoras de Imóveis promove palestra sobre violência

Palestra com advogada Jaqueline Heinzl vai alertar que insultos ou elogios demasiados e necessários na profissão também podem ser um tipo de violência
WhatsApp Image 2019-04-25 at 15.30.32
O GMCI – Grupo de Mulheres Corretoras de Imóveis de Londrina –  realiza no próximo dia 08 de maio de 2019, às 19 horas, no auditório do CRECI,   a palestra “VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: SAIBA SEUS DIREITOS”. A palestrante é a advogada Jaqueline Heinzl, membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB – Londrina, especialista em atendimento a vítimas de violência doméstica e familiar.
Jaqueline é autora da cartilha com o mesmo nome, lançada em abril, durante o I Mulheraço Hi-Tech, na Expolondrina 2019. De forma didática, com textos e ilustrações, o material tem o objetivo de “levar informações até as casas das pessoas, fazendo com que a mulher, os filhos e até mesmo o homem entendam o que é a violência doméstica e familiar contra a mulher e possam contribuir para tirar mulheres deste ciclo, em que o fim, muitas vezes, acaba com sua morte”, explica a advogada.
A presidente do GMCI, Suely Marlene Rodrigues, conta que o grupo teve essa iniciativa, “por sermos mulheres, e também no nosso dia a dia, convivermos com violência em nossa profissão”. Suely lembra que “como é mencionado na cartilha,  a violência não é só agressão física, muitas vezes está nas palavras, com insultos ou elogios demasiadamente desnecessários.”
A palestra é gratuita e aberta a toda comunidade, e pretende ser um alerta geral para qualquer mulher. “A mulher tem e deve saber quais são os  tipos de violência praticadas no nosso dia a dia, principalmente por parte dos homens para entender como se proteger disso”, completa Suely.
SERVIÇO:
DATA: 08/05/2019
LOCAL:  auditório do CRECI –  Rua Pref. Hugo Cabral, 957 – 11º andar
Inscrições clique aqui 

Dia de Conscientização do Autismo: o momento de refletir sobre conquistas e preconceitos

Data sancionada no Brasil no ano passado dá luz a uma doença ainda cercada de desconhecimento, desinformação e preconceito.

AP-Feed-0104.png

A nebulosidade ainda paira sobre o conhecimento pleno em torno do autismo. Sabe-se que é uma síndrome que afeta vários aspectos da comunicação e acomete uma a cada 110 pessoas no mundo, e no Brasil atinge 2 milhões de pacientes. Apesar da expressividade, o diagnóstico ainda é impreciso, o tratamento não é padronizado, e as causas, ainda um desafio para a ciência. Por isso, um dia dedicado ao problema dá luz, informa, reduz preconceitos,  e ao mesmo tempo atrai interesses para aumentar os esclarecimentos a respeito. E a cor vira azul.

O azul foi definido como o símbolo do autismo, porque o transtorno acomete mais meninos que meninas. De acordo com o Portal do médico Drauzio Varella, “autismo é um transtorno global do desenvolvimento marcado por três características fundamentais: inabilidade para interagir socialmente; dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos; padrão de comportamento restritivo e repetitivo.” O tratamento é feito por uma equipe multidisciplinar, avaliando caso a caso. Familiares que convivem com autistas também precisam de acompanhamento, pois em graus de comprometimento maiores, é preciso equilíbrio e orientações especializadas.

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado dia 02 de abril, foi criado em dezembro de 2007 pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de disseminar informações sobre o transtorno. No Brasil, o Dia Nacional de Conscientização sobre o Autismo, foi sancionado apenas em 2018, e desde então, a causa tem ganhado mais visibilidade, mais conquistas de direitos, auxiliando em planos de saúde, escolas e na vida cotidiana.

A data também pretende ter o poder de, aos poucos, eliminar o preconceito ainda persistente. Mesmo se tratando de uma deficiência, o autista, muitas vezes não tem o mesmo olhar da sociedade, o mesmo acesso e locomoção que um cadeirante, por exemplo, pelo fato de andar sem dificuldade, e em alguns casos, ter facilidade em áreas do conhecimento em grau de genialidade. Por isso, é importante lembrar  que o Dia de Conscientização é uma forma  de expor lutas e vitórias. O autista está protegido pela Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, de 2015, e que estabelece inclusive sanções para casos de discriminação. Uma forma de tentar tornar o azul, como um céu sem nuvens…